Você já leu, por completo, o manual do seu veículo?!

0
24

Inventor brasileiro desenvolve solução digital que além de contemplar o manual, ajudará o motorista a manter a manutenção do seu carro em dia

Os manuais de uso e instrução dos veículos são impressos em formatos de livros. Além de muitas pessoas terem dificuldade de interpretá-los, a maioria não o lê por completo e por este motivo acabam fazendo a manutenção errada do veículo, interferindo diretamente na sua qualidade.

Os formatos convencionais, além de não serem nada sustentáveis, possuem custo alto de produção e impressão, e não são nada práticos.

Pensando em oferecer mais facilidade, agilidade e economia, o Eudislei José da Silva, que já trabalha neste ramo à muitos anos e é filiado à Associação Nacional dos Inventores (ANI), desenvolveu o Smart Portable Handbook”.

Além de ser um manual digital com toas as informações de uso, o dispositivo possui um software interno que ensina, passo a passo, todas as funcionalidades do veículo, contendo vídeos de alerta sobre manutenção do veículo, direção defensiva, pontos cegos, com interpretação em libras para deficientes auditivos.

O sistema é totalmente automatizado e com opções de busca, para que o usuário encontre rapidamente o tema/assunto desejado. Permitindo inclusive interação, busca de fornecedores, assistência, etc; tudo conectado ao modelo e chassi do carro, de acordo com as necessidades existentes.

O “Smart Portable Handbook” está registrado junto ao INPI (Instituto Nacional de Propriedade Industrial). Atualmente o inventor busca por empresas e/ou investidores para industrializar, produzir e comercializar o invento no Brasil, por meio do licenciamento ou venda da patente.

Sobre a ANI – A Associação Nacional dos Inventores foi criada com o intuito de divulgar as invenções brasileiras a fim de encontrar parceiros para colocar as ideias no mercado. Os inventores recebem todo o apoio comercial e jurídico na hora de registrar suas invenções e é claro, na hora de negociá-las com possíveis empresas e investidores. A empresa atua há mais de 30 anos no mercado, fazendo o trabalho de intermediação, na hora de registrar e na hora de negociar as inovações criadas por brasileiros.

DEIXE SEU COMENTÁRIO