“Patente de Vaso Sanitário Animal” permite o descarte correto dos dejetos.

0
940

Aparelho visa atender os donos de pets, clínicas e laboratórios veterinários

Promover o descarte adequado dos dejetos dos próprios pets foi o que motivou o pintor Décio Faria Prestes, 50 anos, afiliado à Associação Nacional dos Inventores (ANI), a desenvolver o primeiro “Vaso Sanitário Animal”.

“Tive a ideia para o ‘Vaso Sanitário Animal’ porque não gosto de descartar as fezes dos animais no vaso sanitário convencional, apesar de os veterinários recomendarem a prática. Comecei a planejar e elaborei algo parecido, mas que pode ficar exposto às intempéries”, lembra Décio.

 O “Vaso Sanitário Animal” funciona como o aparelho que conhecemos, porém, é mais alto, sem acento e com uma tampa como de lixeira. “Nele poderá se descartado todos os dejetos dos animais – basta o consumidor dar a descarga. A tampa será basculante e funcionará por meio de um pedal em formato de pata animal, será só pisar para ela se levantar”, descreve o inventor.

O público-alvo do “Vaso Sanitário Animal” são donos de pets, clínicas veterinárias e laboratórios de análises clínicas.

O “Vaso Sanitário Animal” já está registrado por Décio junto ao INPI (Instituto Nacional de Propriedade Industrial). Hoje, o inventor busca investidores e parceiros para produzir e comercializar o seu produto, seja por meio da venda ou licenciamento da patente, ou ainda via formação de sociedade.

Sobre a ANI – A Associação Nacional dos Inventores foi criada para que as invenções brasileiras possam servir à sociedade e estimular os inventores a continuar dedicando-se à inovação. Todos os projetos acompanhados pela ANI possuem proteção legal, além de estudo de seu funcionamento. A associação também busca empresas, investidores e parceiros que queiram viabilizar os projetos e disponibilizá-los em larga escala no mercado.

Site: www.inventores.com.br

DEIXE SEU COMENTÁRIO