PROJETO PROMETE SER MAIS COMPACTO E EFICIENTE

0
52

O projeto desenvolvido por Edson Nicassio, traz muitos diferenciais dentro do universo da prensagem.

  • Versatilidade (pode ser usado na horizontal ou invertido);
  • Pode ser usado em dispositivos de elevação e de tracionamento (Tirfor);
  • Grande capacidade e levantamento de cargas (peso);
  • Ocupa menos espaço que os equipamentos convencionais;
  • Maior precisão e aproveitamento durante operação;
  • Segura e econômica (baixo consumo de energia);
  • Custo & Benefício.

Processos de prensagem têm se desenvolvido significativamente graças a automação de tais processos, permitindo a execução de operações mais precisas e de maior escala. Estes processos de automação têm proporcionado uma eficiência maior de produção e de precisão, a custa de uma estrutura de aparelhamento maior e mais complexa. Atualmente, as operações de prensagem são realizadas nas diferentes indústrias de maneira segura, do ponto de vista da proteção do operador e em velocidades maiores com perdas mínimas. Por outro lado, o custo energético é alto e a funcionalidade das máquinas é conseguida com um dimensionamento de maior complexidade.

Nota-se no estado da técnica uma série de desenvolvimentos neste sentido, mas não se verificam esforços no sentido de melhor dimensionar e operacionalizar a prensagem, porém os projetos mais reduzidos em escala acabam por perder capacidade operacional, ou seja, não atingem os padrões de eficiência de operação, precisão e aproveitamento já atingidos em escalas maiores; por outro lado, a automação tem barateado o custo de operação em vista da eficiência operacional, mas isto significa um custo maior relativo a energia e espaço ocupado.

Um dos objetivos da presente invenção proporcionar uma unidade de prensagem de dimensionamento melhorado e que possibilita uma operação simplificada no que tange ao emprego de unidades hidráulicas externas, tubulações, conexões e outras instalações hidráulicas e também ser mais compacta e eficiente.

O “Compressor de membranas de dois estágios, de baixa e média pressão”, está registrado junto ao INPI (Instituto Nacional de Propriedade Industrial) e em mais de 150 Países e está em busca de parceiros e investidores para viabilizar a proposta.

DEIXE SEU COMENTÁRIO