Caixa mesa para notebook ecologicamente correta é utilizada para armazenar, transportar e apoiar notebooks

0
289

O Projeto auxilia na ergonomia do usuário e aumenta o campo de visão na hora de utilizar o notebook em casa ou no trabalho

Quem já comprou um notebook sabe que estes produtos são vendidos em uma embalagem para que o usuário possa transportá-lo após a compra. Muitas vezes, esta caixa é descartada e acaba indo para o lixo, sem nenhuma utilidade.

Pensando nisso e observando este mercado, o inventor André Bruno Bentes, filiado à Associação Nacional dos Inventores (ANI), criou o projeto “Caixa mesa para notebook”. Trata-se de uma caixa totalmente desenvolvida em material reciclado e o projeto permite armazenar, sustentar e transportar notebooks.

De acordo com o inventor, “este projeto é para ser utilizado de uma forma muito prática, simples e sustentável, podendo também ser utilizado como apoio para a utilização do notebook”, afirma André.

Este projeto pode ser utilizado em diversas áreas, tanto para uso profissional como para uso doméstico.

Além de todos os benefícios já citados, a caixa mesa para notebook ainda auxilia no posicionamento correto do usuário, enquanto estiver em frente ao computador, podendo o usuário escolher e definir a altura que mais lhe agradar e que mais lhe deixar em uma posição confortável.

A caixa auxilia no posicionamento correto, melhorando o campo de visão e ergonomia do usuário, evitando que fique com a postura errada e consequentemente com dor no pescoço e costas”, complementa André em sua descrição.

O inventor realizou testes do projeto e inclusive tem alguns modelos funcionais de protótipos já elaborados.

A “Caixa mesa para notebook”, está registrada junto ao INPI (Instituto Nacional de Propriedade Industrial) por André. Hoje, ele busca por investidores para produzir e comercializar o invento por meio do licenciamento ou venda da patente.

Sobre a ANI – A Associação Nacional dos Inventores foi criada com o intuito de divulgar as invenções brasileiras a fim de encontrar parceiros para colocar as ideias no mercado. Os inventores recebem todo o apoio comercial e jurídico na hora de registrar suas invenções e é claro, na hora de negociá-las com possíveis empresas e investidores. A empresa atua há mais de 30 anos no mercado, fazendo o trabalho de intermediação, na hora de registrar e na hora de negociar as inovações criadas por brasileiros.

DEIXE SEU COMENTÁRIO