“Message to Life” que recupera dados após morte do usuário

0
985

O aplicativo “Message to Life” permite que os usuários deixem dados e mensagens para familiares e amigos em caso de ausência temporária ou morte

Quando uma pessoa morre, quem fica, além da dor, sofre com uma série de burocracias. Sensibilizado com a situação, o inventor Tiago Casas, afiliado à Associação Nacional dos Inventores (ANI), criou o “Message to Life”, um aplicativo que permite armazenar informações e mensagens para as pessoas queridas.

O “Message to Life” é aplicativo que terá login de acesso e perfis para que o usuário gerencie suas informações, disponibilizando-as de forma selecionada o público em geral e para as pessoas próximas em caso de sua ausência temporária ou morte.

“O usuário poderá cadastrar qual será a principal pessoa a ter acesso a ferramenta, a quem será possível enviar uma mensagem com os dados de acesso via e-mail ou celular. A ideia é que a nossa plataforma tenha conexões com redes sociais e empresas como cartórios, funerárias, hospitais, etc.”, explica Tiago.

O inventor revela que a inspiração surgiu após a morte de um conhecido ator brasileiro: “Tive alguns pensamentos sobre a situação dos familiares, principalmente esposa ou dependentes, que foram pegos de surpresa e teriam pela frente uma grande jornada burocrática, além dos trâmites normais o serviços funerários, para ter acesso às informações financeiras. Foi aí que visualizei a oportunidade de uma plataforma onde quem perde um ente pode encontrar senhas bancárias, de e-mail, redes sociais, etc., dados bancários… Outro ponto seria ser um canal para que a pessoa deixasse mensagens, vídeos e informações que não foram ‘passadas em vida’”.

O “Message to Life” tem como público-alvo pessoas físicas, pacientes de hospitais e clínicas, afiliados a funerárias, floriculturas, instituições e estabelecimentos do setor de saúde e funerário.

Message to life

O invento já foi registrado pelo inventor. Tiago procura por investidores para produzir e comercializar o produto, seja por meio da venda da patente ou do seu licenciamento, bem como pela formação de sociedade.

Sobre a ANI – A Associação Nacional dos Inventores foi criada para que as invenções brasileiras possam servir à sociedade e estimular os inventores a continuar dedicando-se à inovação. Todos os projetos acompanhados pela ANI possuem proteção legal, além de estudo de seu funcionamento. A associação também busca empresas, investidores e parceiros que queiram viabilizar os projetos e disponibilizá-los em larga escala no mercado.

Site: www.inventores.com.br

DEIXE SEU COMENTÁRIO