“Mesa multi-modular eletrônica” irá oferecer conveniência máxima ao usuário

0
713

O mobiliário irá ter diversos módulos, acesso a eletrônicos, mini-aquecedor e até mini-gerador

Uma mesa que concentre todos os eletrônicos, aquecedor, carregador, porta copos, porta livros, gavetas para todas as necessidades parece apenas um sonho de consumo, certo? Valdir Fontana Filho, afiliado à Associação Nacional dos Inventores (ANI), trabalhou duro até trazer esse sonho para mundo real e assim desenvolveu a sua “mesa multi-modular eletrônica“.

A “mesa multi-modular eletrônica” é confeccionada em madeira, com tampo de vidro, e visa oferecer o máximo de comodidade ao usuário, assim, contará com dispositivos para carregamento de celular; de filmagem; entradas USB; porta  copos; prato giratório; porta livros; revisteiros; gavetas para materiais de escritório, cobertores e mantas; pequeno aquecedor para os dias de frio; kit básico de ferramentas para os adeptos do “faça você mesmo”; lanternas com carregadores; rádio comunicador com carregador; diversas tomadas universais e ainda um mini-gerador para os casos de falha no suprimento de energia.

Segundo Valdir, a inspiração surgiu quando ele trabalhava como massagista e comprou uma cadeira de massagem automática para uma barbearia e quis garantir privacidade aos usuários.

 “Comecei a construir uma divisória, um espaço em madeira, depois comecei a comprar equipamentos básicos. Como eu já fazia pintura em telas, comecei a agregar pintura sobre a madeira e os metais. Daí, no dia seguinte, acordei de madrugada com um desenho inicial da mesa na cabeça. Dez meses depois surgiram novas ideias e fui desenhando e redesenhando, fiz uma miniatura e veio a inspiração de agregar os eletrônicos”, lembra o inventor.

Inicialmente idealizada para residências, Valdir também avalia que o público-alvo da “mesa multi-modular eletrônica” são também escritórios, consultórios médicos, hospitais e até hotéis.

A “mesa multi-modular eletrônica ” já está registrada pelo inventor junto ao INPI (Instituto Nacional de Propriedade Industrial) e atualmente  Valdir procura por investidores para produzir e comercializar o produto, seja por meio da venda da patente ou do seu licenciamento.

Sobre a ANI – A Associação Nacional dos Inventores foi criada para que as invenções brasileiras possam servir à sociedade e estimular os inventores a continuar dedicando-se à inovação. Todos os projetos acompanhados pela ANI possuem proteção legal, além de estudo de seu funcionamento. A associação também busca empresas, investidores e parceiros que queiram viabilizar os projetos e disponibilizá-los em larga escala no mercado.

Site: www.inventores.com.br

DEIXE SEU COMENTÁRIO