Medidor Circunferencial à Laser

0
506

O medidor circunferencial a laser OPTO MC150 foi desenvolvido para medir a circunferência de pneus sem nenhum contato com sua superfície durante o processo de raspagem. A medição do perímetro com a carcaça em movimento permite o acompanhamento integral da operação de raspagem, aumentando a produtividade e garantindo a manutenção das características originais do pneu após sua reforma. O valor medido da circunferência é apresentado num display de alta intensidade ao mesmo tempo em que o pneu é raspado. O MC150 é fabricado com a mais alta tecnologia em laser, óptica e microprocessadores. Trata-se da última palavra em medição de pneus, sendo a melhor solução para o aumento da produtividade e qualidade na recauchutagem.

O medidor MC150 propicia economia de tempo e material. No sistema à frio, fornece a circunferência com precisão para o corte da banda pré-curada, e no sistema à quente propicia uma utilização racional dos moldes. As vantagens do MC150 são: 140 medidas por segundo para garantir alta definição; Preciso e confiável. Precisão melhor que ± 1 milímetro (na circunferência); Carcaça do cabeçote óptico selada e imune a sujeira; Óptica fixa, sem partes móveis, resistente à vibrações; Instalação e operações simples, não requer manutenção preventiva; Medidas instantâneas; Memória não volátil para armazenamento das variáveis de instalação; Essencial para camelback e pré-curados; Saída serial padrão RS232. 

 



A Opto Eletrônica São Carlos Ltda. nasceu em meados de 1985 a partir da concretização de um sonho de seus fundadores, na época Pesquisadores e Técnicos do Instituto de Física do Campus da USP em São Carlos. Com o objetivo de produzir no país o primeiro laser em escala industrial, a Opto já se aprofundava nas diversas áreas de atuação dos dias de hoje, tais como: óptica de precisão, filmes finos especiais, projetos, aplicações industriais a laser, etc. A transformação em 1988 para Opto Eletrônica S.A. já configurava, naquele momento, a globalização que a empresa aguardava, e sua autopreparação para competir no mercado mundial. Modelada como uma empresa moderna, e acima de tudo compromissada com os ideais de desenvolver alta tecnologia no Brasil. 

A capacitação tecnológica também levou a Opto, em meados de 1993, a se introduzir no mercado médico-oftálmico. Hoje, além de ser a representante de renomados fabricantes mundiais de equipamentos para este setor, a Opto também produz seus equipamentos. O grande diferencial da Opto neste setor é o fato de ela ser um fabricante de equipamentos e possuir toda infra estrutura técnica para oferecer aos profissionais. O contínuo investimento de seus recursos no seu crescimento e desenvolvimento de novas tecnologias levou a Opto a ser pioneira, no Brasil, em diversos mercados, tais como: filtros ópticos para aplicação odontológica, espelhos de luz fria, projetores à laser, medidores à laser sem contato, e mais recentemente, anti-reflexo para lentes de óculos.

O sonho do físico Jarbas castro tornou-se real em 1986, quando de volta dos Estados Unidos, resolveu virar empresário. Com extensa bagagem acadêmica e PHD por um dos melhores centros de pesquisa do mundo, o MIT, castro criou a Opto Eletrônica. Hoje a Opto Eletrônica detém a tecnologia de luz fria usada em odontolofia, com domínio de quase metade do mercado mundial. A partir de São carlos, no interior de São Paulo, a Opto Eletrônica tornou-se um centro em equipamentos de precisão. A empresa não existiria não fossem a perssitência de Castro e a falta que lhe fazia uma lente para seus trabalhos de pesquisa. Importar demorava seis meses. Fabricá-las por aqui não pareceia empreitada fácil: a tecnologia era segredo de grandes mutinacionais, como a francesa Essilor, dona da marca Varilux. 

Castro teve de reiventar a roda, mas contou com a ajuda de outros pesquisadores de São Carlos, um celeior de inventores, há um cientista para cada 42 habitantes, a maior concentração de inteligência científica no Brasil, graças a duas universidades públicas e dois centros de pesquisa da Embrapa. Logo a Opto estava vendendo lentes para uso em itens tão prosaicos como óculos de leitura e ganhando tamanho internacional. desenvolveu um novo laser para cirurgias de fundo de olho e criou uma técnica de operação. Inventou também um medidor de distância a laser, usado para frear com absoluta precisão os vagões de carga da Vale do rio Doce. A Opto faturou R$ 30 milhões em 2002 e continua crescendo pelo menos 20% a cada ano. 

Fonte: http://www.opto.com.br/divindustrial/MC150.htm 
acesso em janeiro de 2004
Revista Época de 25 agosto de 2003, página 43 “A Revolução do saber” Ana Magdalena Horta, Marcelo Aguiar e Estela Caparelli 
envie seus comentários para otimistarj@gmail.com.

DEIXE SEU COMENTÁRIO