“A patente do dispenser com sistema de refil e abastecimento” pode reduzir em até 40% custo de produtos para cabeleireiros

0
774

O “dispenser com sistema de refil e abastecimento” reduz o consumo de embalagens e permite fidelizar o cliente à marca

O conceito de sustentabilidade é importante diferencial para marcas de todos os portes. Na busca por criar um produto que atendesse a essa diretriz para o setor de cosméticos, o empresário Luciano França Costa Silva, afiliado à Associação Nacional dos Inventores (ANI), detectou o elevado desperdício de embalagens e criou o “dispenser com sistema de refil e abastecimento para cabeleireiros“, que além de proteger o meio ambiente, pode ajudar a reduzir o custo dos produtos em até 40% para os cabeleireiros profissionais.

 “Queria um produto no qual a sustentabilidade fosse um dos principais atrativos para o consumidor. Pesquisando, notei o impacto que as embalagens compunham no preço final dos produtos para os cabeleireiros, daí tive a inspiração para o meu ‘dispenser’”, conta o inventor.

O “dispenser com sistema de refil e abastecimento para cabeleireiros” será fixado no salão dos cabeleireiros e poderá ser abastecido por sistemas ou veículos portáteis, vinculado a um sistema seguro de recargas e abastecimentos. O sistema de controle e qualidade poderá ser monitorado pro meio de um chip instalado no próprio dispenser, via QR Code, ou sistema similar.

Para Luciano, com o dispenser o fabricante poderá oferecer um produto mais em conta para os cabeleireiros profissionais; fidelizar os cabeleireiros para o consumo de determinada marca; utilizar o produto para armazenamento de todo tipo de produtos, inclusive aqueles usados para as chamadas “químicas”; combater a falsificação de produtos e diminuir o descarte de embalagens no meio ambiente.

O “dispenser com sistema de refil e abastecimento para cabeleireiros” já está registrado junto ao INPI (Instituto Nacional de Propriedade Industrial) e, atualmente, Luciano busca investidores para viabilizar a produção e venda do produto, seja por meio da venda da patente ou do seu licenciamento.

Sobre a ANI – A Associação Nacional dos Inventores foi criada para que as invenções brasileiras possam servir à sociedade e estimular os inventores a continuar dedicando-se à inovação. Todos os projetos acompanhados pela ANI possuem proteção legal, além de estudo de seu funcionamento. A associação também busca empresas, investidores e parceiros que queiram viabilizar os projetos e disponibilizá-los em larga escala no mercado.

Site: www.inventores.com.br

DEIXE SEU COMENTÁRIO