Inventor cria kit “Troca Bebê” para vending machines

0
1096

O kit contém todos os produtos necessários para a troca e higienização da criança

O kit Troca Bebê é composto de todos os itens necessários para realizar a troca do bebê, como fraldas, lenços umedecidos, talco em sachê e pomada em tamanho reduzido – o kit se destaca ainda pelo fato de a embalagem, quando aberta, funcionar como um trocador descartável  de modo a oferecer melhores condições de higiene para a mãe e a criança. O produto será disponibilizado ao público consumidor por meio de máquinas automáticas.

Um dos primeiros presentes que os futuros pais ganham quando anunciam que terão um herdeiro é uma bolsa específica para carregar todos os itens de cuidado com os bebês – fraldas, toalhinhas, lenços umedecidos, troca de roupa, etc. Porém, quando numa emergência a provisão acaba, os pais não encontram muitas opções para atender sua necessidade pontual.  Pensando nisso, Allan Ribeiro de Sousa, afiliado à Associação Nacional dos Inventores (ANI), desenvolveu o “Troca Bebê” – um kit para vending machines focado em pais e cuidadores.

Allan avalia que a máquina do “Troca Bebê” garante maior praticidade aos pais e responsáveis por bebês e crianças pequenas porque tanto os libera de carregar uma bolsa enorme e pesada com todos os itens de higiene do bebê, quanto oferece uma solução completa em casos de emergência.

O público-alvo de Allan são pais e cuidadores de bebês. Ele acredita que o kit “Troca Bebê” possa ser comercializado em shoppings, “espaços família” de estabelecimentos comerciais, hotéis, etc.

O inventor já registrou a “Troca Bebê” junto ao INPI (Instituto Nacional de Propriedade Intelectual) e atualmente busca investidores para produzir e comercializar seu produto, seja por meio da venda da patente ou do seu licenciamento.

Sobre a ANI – A Associação Nacional dos Inventores foi criada para que as invenções brasileiras possam servir à sociedade e estimular os inventores a continuar dedicando-se à inovação. Todos os projetos acompanhados pela ANI possuem proteção legal, além de estudo de seu funcionamento. A associação também busca empresas, investidores e parceiros que queiram viabilizar os projetos e disponibilizá-los em larga escala no mercado.

Site: www.inventores.com.br

DEIXE SEU COMENTÁRIO