“Easy Color” garante a tintura perfeita para os fios

0
808

Produto inova nos sistemas de aplicação e de mistura da tintura

Tingir os próprios cabelos é uma tarefa que requer traquejo do usuário: é preciso dividir corretamente os cabelos em partes, reforçar a tinta na raiz, seguir exatamente o que diz nas instruções…   Porém, mesmo a pessoa mais habilidosa ainda irá sofrer com o excesso de sujeira nas roupas e no ambiente para um resultado nem sempre satisfatório. Disposta a melhorar essa experiência, a artesã Dulcelene Honorato Bueno, afiliada à Associação Nacional dos Inventores (ANI), criou o “Easy Color“, produto que garante fios perfeitamente tingidos mesmo por iniciantes na prática.

O “Easy Color” possui um pincel acoplado na tampa do frasco da água oxigenada, onde será depositada a tinta. Basta agitar e o produto estará pronto para uso. A tampa conta um furo que libera a quantidade adequada da mistura direto para o pincel. “Basta agitar e passar nos cabelos, sem sujeira, com economia de tempo e muita praticidade”, enumera Dulcelene.

Hoje para tingir os cabelos é necessário colocar a água oxigenada em uma vasilha, misturar com uma espátula ou pincel, prender os cabelos e passar aos poucos. Com o “Easy Color” esse processo é simplificado, tornando a tarefa de pintar o próprio cabelo acessível até a quem tem menos intimidade com os pincéis. O público-alvo da inventora são homens e mulheres que tingem sozinhos os fios.

“Há mais de 20 anos tinjo os cabelos e sempre fiz isso eu mesma e me incomodava muito o tempo que levava pra preparar, passar a tinta no cabelo… Além da sujeira: as roupas sempre ficavam manchadas ao final do processo. Um dia tive a ideia de fazer um pincelzinho, acoplei ao frasco da água oxigenada e deu certo. Aos poucos fui aperfeiçoando e ajustando a quantidade de cerdas e a dimensão do furo para sair apenas a tinta necessária”, conta a inventora.

Dulcelene já registrou o “Easy Color” junto ao INPI (Instituto Nacional de Propriedade Industrial) e atualmente busca investidores para produzir e comercializar o produto, seja por meio da venda da patente ou do seu licenciamento.

Site: www.inventores.com.br

DEIXE SEU COMENTÁRIO