“Drycap” protege os fios da água do mar e da piscina, e dos efeitos do sol

0
1018

O acessório “Drycap”  também pode ser usado em salões de cabeleireiros, por clientes que precisem sair à rua durante os tratamentos

Muitas pessoas, principalmente mulheres, desistem de praticar atividades físicas para não comprometer o penteado – afinal, perder a escova ou comprometer a tintura, além dos custos em termos financeiros e de tempo, pode impactar diretamente o bem-estar pessoal. Atento à essa necessidade,  Antônio Costa, afiliado à Associação Nacional dos Inventores (ANI), desenvolveu o “Drycap“.

O “Drycap” é boné-touca impermeável, que protege os cabelos com conforto e praticidade, mantendo-os secos e protegidos. Ele deverá ser confeccionado em silicone e nylon ou materiais similares. A escolha dos materiais foi estabelecida para oferecer proteção térmica, com filtro solar; ser impermeável; e permitir a respiração do couro cabeludo, sem aquecimento ou transpiração excessiva, no caso de atividades realizadas sob o sol.

“Ele une a touca de natação ao boné. Pensamos até em uma versão feminina com um kit opcional com aplique de ‘rabo de cavalo’ na parte posterior para manter os cabelos secos e protegidos, ao mesmo tempo, que preserva também o estilo e a beleza da usuária”, destaca Antônio.

O produto é indicado para uso nas academias, praias, piscinas, em atividades físicas realizadas na rua e também em salões de cabeleireiros – pois permite que a mulher saia temporariamente, enquanto o produto age nos fios.

“O ‘Drycap’ confere, também, ao usuário um tratamento capilar opcional, que evita o ressecamento e a queda, potencializando o crescimento dos cabelos e combatendo a calvície, com conforto, praticidade, saúde e beleza”, observa o inventor.

A inspiração de Antônio surgiu a partir da observação, quando na praia, dos cuidados que as mulheres adotavam com os cabelos, após realizarem procedimentos estéticos capilares, de forma improvisada e com resultados insatisfatórios.

O público-alvo do inventor são fabricantes de artigos esportivos, de vestuário, de cosméticos, bem como salões de cabeleireiros e academias.

O “Drycap” já está registrado pelo inventor junto ao INPI (Instituto Nacional de Propriedade Industrial). Hoje, Antônio procura por investidores para produzir e comercializar o produto, seja por meio da venda da patente ou do seu licenciamento, bem como por formação de sociedade.

Saiba mais: O inventor Antônio Costa concedeu entrevista ao programa Ideias & Invenções, da ANI, sobre o seu “Drycap” – confira aqui.

Sobre a ANI – A Associação Nacional dos Inventores foi criada para que as invenções brasileiras possam servir à sociedade e estimular os inventores a continuar dedicando-se à inovação. Todos os projetos acompanhados pela ANI possuem proteção legal, além de estudo de seu funcionamento. A associação também busca empresas, investidores e parceiros que queiram viabilizar os projetos e disponibilizá-los em larga escala no mercado.

Site: www.inventores.com.br

DEIXE SEU COMENTÁRIO