Deconvolução Autodidata

0
204

O trabalho da equipe do Prof. Dalton Soares Arantes, César Comparsi de Castro e Maria Cristina Felippetto de Castro recebeu menção honrosa no Prêmio Governador do Estado de 2002. A patente PI 0101198 trata de processo que tem o objetivo de eliminar o problema de interferência intersimbólica em sinais digitais, problema este decorrente do efeito dispersivo de qualquer canal de transmissão prático. A solução para o problema de superposição de raios de propagação e sua variação dinâmica no canal de transmissão de um sistema digital será um dos maiores desafios para o avanço tecnológico desta área nos próximos anos.


Em comunicações móveis esse fenômeno indesejado é caracterizado pelos parâmetros de delay spread, angle spread e Doppler spread, os quais determinam o nível e a dinâmica de superposição entre os símbolos do sistema, superposição esta que ocorre como consequência da transmissão da informação através do canal, sendo que os aparelhos passíveis de terem a sua performance melhorada pelo uso do Processo Concorrente para Deconvolução Autodidata de Sinais Digitais inclui, mas não esgota: Processamento Espaço-Temporal, Sistemas de telecomunicações digitais em geral; sistemas de telemetria, sistemas de sensoriamento remoto, sistemas de localização/medição geodésica, sistemas de auxílio à navegação, sistemas de prospecção sísmica por reflexão/refração de ondas, sistemas de armazenamento em meio magnético, sistemas de RADAR, sistemas de SONAR.

Fonte: http://www.unicamp.br/prp/edistec/premios.htm 
acesso em março de 2003 
envie seus comentários para otimistarj@gmail.com. 

DEIXE SEU COMENTÁRIO