Inventor registra ” Curativos anatômicos ” auxiliam no processo de cicatrização dos ferimentos.

0
739

Invenção de brasileira pode ser facilmente adaptada à qualquer região do corpo e será desenvolvido em 13 formatos diferenciados

O projeto criado pela inventora e assessora jurídica, Idalisa Nogueira Ferrari, surgiu através da observação e claro, necessidade.
No mercado atual, os curativos encontrados em hospitais, farmácias e outros locais destinados à saúde promovem o sufocamento do corte, ou seja, o ferimento fica fechado e sem a respiração necessária para o processo de cicatrização.
Nomeado como “curativo anatômico”, o projeto é destinado ao uso superficial da pele e já foi testado e aprovado pelo mercado, na área da saúde.

Tratam-se de curativos pós cirúrgicos com diversos tamanhos e circunferência, para serem adaptados à qualquer região do corpo e também à qualquer tipo de pessoa. Sendo de uso externo, o projeto é para ser utilizado sobre a pele, ou seja, auxilia a cicatrização e a absorção de líquidos da pele, que provem no processo de cicatrização.
Os “curativos anatômicos” possuem 13 modelos diferenciados para adaptação a qualquer região do corpo.

Além do conforto e praticidade, o projeto é ideal para a fase de cicatrização. Em sua composição, todos os produtos encontrados são atóxicos e podem ser adaptados à qualquer corpo.
O projeto já possui proteção legal e estudos de seu funcionamento. No momento, o inventor procura por empresas, investidores ou parceiros que queiram investir na ideia e disponibilizá-la em escala no mercado.

Para mais informações, representações ou distribuições entre em contato pelo site ou
com seus procuradores – Associação Nacional dos Inventores
www.inventores.com.br

DEIXE SEU COMENTÁRIO