Brasil dos inventos: ações de criatividade e inovação!

0
275

Saiba porque o brasileiro tem a fama de ser um povo criativo

Por Nathália Sousa

 

O povo brasileiro é criativo e faz coisas revolucionárias, muitas vezes, a partir de uma simples ideia e com materiais acessíveis. É a forma de “dar um jeito” para resolver algum problema. Muitos inventos que conhecemos hoje, foram feitos por brasileiros, assim como ações que visam uma melhora de vida em sociedade.

Por exemplo, o brasileiro Santos Dumont criou um dos inventos mais famosos do mundo, o avião. Mas, pouco se sabe que no Brasil já foi criada uma série de produtos, muitos deles sem o devido reconhecimento. Acabando por ter criações semelhantes no mundo, principalmente Japão e Estados Unidos, que “tomaram” os créditos do que já era patrimônio brasileiro.

 

O avião foi criado por um brasileiro e representa um dos maiores inventos mundiais/ Crédito: Reprodução

O site Nexo fez um teste para sabermos quais produtos são nosso patrimônio e a lista surpreende: identificador de chamadas, urna eletrônica, walkman, câmbio automático, orelhão, soro contra veneno de cobra, Instagram, escorredor de arroz, além, é claro, das de Santos Dumont. É surpreendente ver que no Brasil a pesquisa e desenvolvimento de novas tecnologias não recebe o incentivo adequado, mas mesmo assim são criados recursos e ferramentas inovadoras.

Nesse sentido, a Associação Nacional de Inventores (ANI) reafirma a ideia de que o povo brasileiro é muito criativo. De acordo com a Associação “Tem muita gente que acaba inventando algo diferente devido à crise ou até mesmo por querer buscar novas oportunidades de trabalho, acabam criando algo diferenciado”.

Ainda, segundo a ANI, a tecnologia deu um impulso para as novas criações. A Associação diz ainda que “o que não podemos deixar de levar em conta é que uma invenção também é uma startup!”. A invenção é um começo de algo e esse começo pode ser rentável se transformar em uma empresa. Mas, no Brasil, mesmo com todas essas ideias inovadoras, infelizmente, é muito difícil ser inventor.

O Instituto Nacional de Propriedade Intelectual (INPI), leva anos para analisar um pedido de patente e há “falta de apoio governamental”. Mas a Associação Nacional de Inventores garante que dá o suporte necessário aos inventores e sempre os incentiva, para não desistirem.

Para conferir a matéria completa acesse:

Brasil dos inventos: ações de criatividade e inovação

Fonte: Unesp

http://www2.faac.unesp.br/pesquisa/lecotec/projetos/oicriativas/

DEIXE SEU COMENTÁRIO